Mais três comercializadoras conseguem o Selo Energia Verde – Safira Energia

Mais três comercializadoras conseguem o Selo Energia Verde

As comercializadoras Safira Energia, Ecom Energia e Votorantim Energia receberam na quinta-feira (23/05) o Selo Energia Verde concedido pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA), no âmbito do Programa de Certificação da Bioeletricidade, que envolve a concessão de Certificados para usinas sucroenergéticas produtoras de bioeletricidade e de Selos Energia Verde para comercializadoras e consumidores de energia no mercado livre.
O Programa de Certificação da Bioeletricidade é uma iniciativa da UNICA em cooperação com a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) e apoio da Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL), e trata-se da primeira certificação no Brasil para a energia produzida a partir da biomassa da cana-de-açúcar.
A entrega do Selo Energia Verde para as comercializadoras ocorreu durante evento que discutiu temas no mercado livre de energia elétrica e contou com a presença de aproximadamente 80 pessoas, em São Paulo. A gerente de Análise e Informações ao Mercado da CCEE, Débora Tortelly, fez a entrega dos Selos para as comercializadoras.
Para ter direito ao Selo Energia Verde a comercializadora precisa ser associada à ABRACEEL e agente da CCEE, além de ter adquirido energia elétrica de unidades produtoras com Certificado de Bioeletricidade. O contrato de aquisição tem que estar registrado na CCEE e corresponder a, no mínimo, 0,3 MW médio/ano e com prazo de validade de 6 meses, dentre outras diretrizes.
Safira Energia, Ecom Energia e Votorantim Energia se juntam às comercializadoras Nova Energia, Capitale Energia, Electra Energia e Banco BTG Pactual, no total de sete comercializadoras detentoras do Selo Energia Verde. A concessão do Selo é realizada pela UNICA, sem custo para os agentes envolvidos.
Além das comercializadoras, a cooperativa Copercana recentemente também conseguiu o Selo Energia Verde, sendo o primeiro consumidor no ambiente livre a receber o Selo, no âmbito do Programa de Certificação da Bioeletricidade.
Atualmente, são 70 usinas sucroenergéticas certificadas pelo Programa e a energia que será produzida por estas usinas, ao longo de 2019, é estimada em 20 mil GWh, equivalente a abastecer quase 11 milhões de residências pelo ano inteiro, ou o mesmo que evitar a emissão de 6 milhões de toneladas de CO2. Para atingir a mesma economia de CO2, por meio do plantio de árvores nativas, ao longo de 20 anos, seria preciso plantar 42 milhões de árvores nativas.

Safira Energia

Safira Energia

Safira Energia há mais de dez anos. Dentro do universo complexo do Mercado Livre de Energia

Compartilhe